Publicado em: 21/07/2021 15:45:25

Compartilhe Facebook Twitter

Foto: reprodução
Uma declaração dada pelo vereador e ex-presidente da câmara de Sousa, Aldeone Abrantes, desencadeou algumas reações no âmbito do grupo de situação na cidade de Sousa no sertão Paraíba .

De acordo com informações, Aldeone teria dito durante uma entrevista a uma emissora de rádio em Sousa, que o prefeito Fábio Tyrone deveria “chamar o feito a ordem”, se referindo ao fato de que existem auxiliares do governo e aliados do prefeito que mesmo ocupando cargos de confiança no municio, não irão votar nos candidatos do atual gestor nas eleições 2022 e sendo assim deveriam entregar os cargos.

Esse debate ganhou outros capítulos, a ponto até do vereador Novinho de Carlão, segundo colocado nas eleições do município, ser indagado por um repórter da cidade sobre essas declarações de Aldeone, ocasião em que o vereador Novinho respondeu fazendo uma pergunta: “quais cargos eu tinha que entregar? Porque não me foi dado cargo nenhum no município, e mesmo assim ainda voto com os candidatos do prefeito!” reagiu o parlamentar sousense de primeiro mandato.

A discursão teria iniciado pelo fato de que o vereador Radamés Estrela apoiado pelo colega Koloral Junior, estaria com a pretensão de candidatar futuramente a deputado estadual, indo ao entendimento contrário do grupo de situação que aposta no nome de Lindolfo Pires em 2022.

Por Ivandney Sena

Desenvolvido por 7S