Publicado em: 02/07/2022 19:10:34

Compartilhe Facebook Twitter

Pensando no sertão pré-candidato a deputado federal Drº Emídio defende a instalação de um centro de hemodinâmica na região  - Foto: reprodução
Foto: reprodução
A principal causa de morte no Brasil, são as doenças cardiovasculares. Dentre estas, o infarto agudo do miocárdio, ocupa o lugar principal.

As doenças cardiovasculares são todas aquelas que atingem os vasos sanguíneos, sejam estes, as artérias e ou as veias. Os fatores de riscos principais são a obesidade, a hipercolesterolemia, a hipertrigliceridemia, a vida sedentária e os alimentos ricos em gorduras saturadas.

Frente a um paciente com dor no peito (torácica) não se pode afastar o diagnóstico de infarto agudo do miocárdio… Em caso suspeito ou confirmado, se faz necessário na maioria das vezes, a realização do cateterismo cardíaco, e este é realizado em um centro de hemodinâmica, a depender do resultado do cateterismo seria indicado o tratamento mais adequado, como por exemplo, a colocação de stent ou a revascularização cirúrgica, ou seja, a cirurgia cardíaca.

Um destes exemplos é a ponte de safena, segundo o pré candidato a deputado federal, a grande maioria das pessoas que morrem devido ao infarto, poderiam ter suas vidas salvas, caso tivéssemos um centro de hemodinâmica, inclusive com recursos para cirurgias cardíacas, próximo a nós.

O Doutor Emídio defende a instalação de um centro totalmente equipado de hemodinâmica no sertão da Paraíba, segundo Dr. Emídio, não adianta apenas fazer o diagnóstico, se não tivermos como fazer o tratamento em definitivo. Acabaríamos, desta forma, com a dependência dos grandes centros, contribuindo com a redução da indústria da “ambulancioterapia” e sobretudo, salvando vidas humanas.

Dr Emídio é formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestre pela faculdade de Medicina do ABC em São Paulo e doutorando em medicina pela universidade estadual de Campinas, UNICAMP. É professor efetivo de medicina, ginecologia, obstetrícia e mastologia da UFRN Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Desenvolvido por 7S