Publicado em: 20/02/2018 13:35:42

Compartilhe Facebook Twitter

André Gadelha exige fidelidade de partido que ocupou quatro secretarias em seu governo - André Gadelha e Jones Oliveira juntos na campanha de 2016
André Gadelha e Jones Oliveira juntos na campanha de 2016
Já repercute na Paraíba inteira a desistência do ex-prefeito de Sousa André Gadelha das disputas eleitorais de 2018, o anuncio oficial foi feito na tarde desta segunda-feira (19) através da Rádio MaxCorreio em cadeia com a Líder FM de Sousa.
André Gadelha(MDB), abriu mão de sua pré-candidatura para apoiar o primo e atual deputado estadual, Renato Gadelha(PSC) que  será o único candidato a estadual da família.

Mas, mesmo abrindo mão de uma possível candidatura, o ex-prefeito não estará distante das eleições 2018, uma vez que será ele o coordenador das campanhas de Renato e Leonardo Gadelha(PSC). Perguntado se ele vai tentar transferir para Renato os apoios que seriam dele, André foi categórico ao dizer que espera que os seus aliados e amigos votem em seu candidato. 

De forma especifica, André Falou sobre o PR (Partido da República), ele disse que o partido teve bastante prestigio no seu governo passado, tendo ocupado quatro secretarias quando ele foi prefeito da cidade e revelou que espera que haja uma reciprocidade dos membros da legenda em torno dos futuros candidatos que ele pretende apoiar.

O presidente do diretório municipal do PR Jones Antunes, tem feito um trabalho bastante efetivo de articulação para atrair votos para os pré-candidatos Caio Roberto e Welinton Roberto, pai e filho respectivamente. Welinton é presidente do partido em nível de estado e já conta com vários apoios conseguidos através do trabalho do ex-secretário de administração Jones Antunes, a exemplo do vereador Denis Formiga(MDB) e o ex-vereador Augusto Vieira(MDB).

Seguirá o PR trilhando o próprio caminho ou a legenda vai mesmo se alinhar com André para seguirem juntos nos próximos embates?? É a pergunta que fica no ar!

Da Redação

Desenvolvido por 7S