Publicado em: 08/09/2018 15:56:17

Compartilhe Facebook Twitter

Taxa de iluminação revolta população que promete dar o troco em candidatos apoiados por André e Tyrone em Sousa - Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa
A Contribuição de Iluminação Pública (CIP), implantada pelo ex-prefeito André Gadelha e atualmente mantida pelo atual prefeito Fábio Tyrone, vem sendo lembrada pela população como um dos fatores que podem “não” render votos aos candidatos apoiados por esses dois políticos da cidade de Sousa.

Publicações em forma de protestos são encontradas facilmente na internet e em outros veículos, alegando que essa situação da cobrança da Taxa irá pesar na hora da escolha dos votos em 2018.

Muita gente anda revoltada por conta do pagamento de uma conta que não é revertida em benefícios para a população, e por isso prometem excluir de suas agendas, nomes de candidatos ligados a André e Tyrone.

“Esperando os candidatos apoiados por André Gadelha o CRIADOR e Tyrone que prometeu REVISAR a contribuição de iluminação pública, vir pedir meu voto!! Minha memória é muito boa, não esqueço fácil” disse um eleitor desabafando na internet.

O fato é, que desde que foi implantada, a CIP, vem servindo apenas para situações que não interessam a população, mas geram consequências políticas ou geram recursos financeiros para a administração, que por sua vez não faz o dever de casa quando o assunto é investir em iluminação na cidade de Sousa.

Acredita-se que um dos maiores motivos que causou a derrota do ex-prefeito André Gadelha foi à instituição da “taxa de iluminação”, que foi usada como arma, pelo então candidato a prefeito Fábio Tyrone, que na época empregou esse tema como ferramenta para atrair votos para a sua candidatura.

Tyrone não cumpriu a promessa de revisar ou até mesmo excluir a taxa, como havia dito em campanha e a turma está atenta às promessas falsas.

Já o ex-prefeito da família Gadelha, até hoje “amarga” o sabor das decisões equivocadas que tomou em seu governo, sendo que uma delas foi justamente a famigerada “Taxa” que o fez perder a eleição.

Seja André ou Tyrone, o fato é que as pessoas não estão nada satisfeitas com a falta de planejamento por conta da CIP e garantem que irão dar o troco aos dois nas urnas a partir de Outubro de 2018.

Da redação com Ivandney Sena

Desenvolvido por 7S