Publicado em: 05/04/2018 17:06:37

Compartilhe Facebook Twitter

MPE dá parecer pela cassação de prefeito na Paraíba - CONFIRA - Imagem de arquivo
Imagem de arquivo
O Procurador Regional Eleitoral, Victor Veggi, emitiu parecer pela manutenção da cassação do prefeito e vice-prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena (PSB) e Guga Aragão (DEM), respectivamente. Os dois tiveram os mandatos cassados em outubro de 2017, acusados de suposta prática de abuso de poder econômico, de autoridade e compra de votos nas eleições de 2016.

Leia também: Prefeito e vice de Bananeiras têm mandatos cassados e juiz determina novas eleições

O parecer do MPE entendeu ainda que o vice-prefeito não praticou atos que levassem à cassação da chapa, apenas se beneficiou dos supostos abusos praticados. A decisão de 1ª instância determinou a realização de novas eleições no município.

Em nota, Douglas diz que respeita a opinião do Procurador Regional Eleitoral, mas que “crê firmemente que a manutenção de um programa de assistência, existente nos últimos 17 anos, com previsão orçamentária a lei autorizava, atendendo número ínfimo de pessoas, todas com devido parecer social subscrito por profissionais habilitados, não tem condão de influenciar e impactar a decisão livre e espontânea das urnas de Bananeiras. O povo nos escolheu, tenho convicção plena que essa escolha será respeitada”.

Em 2016, Douglas Lucena foi reeleito com 6.779 votos, contra 6.412 de Mateus Bezerra, do MDB.

Desenvolvido por 7S